SUPERAR PARA CRESCER

Em busca de otimizar a propriedade rural e os rendimentos que dela se extraem, pequenos e médios produtores rurais buscam na diversificação a solução para o equilíbrio financeiro e a continuidade do trabalho no campo. Alinhar agricultura e pecuária é uma das opções mais
utilizadas e a que melhor tem trazido resultados ao produtor. Havendo rendimentos em mais de uma frente é possível gerenciar melhor os investimentos, dentro de cada sazonalidade e adversidades.

CATANDUVAS
Este é o caso do cooperado de Catanduvas Moacir Dulce, que divide sua propriedade entre agricultura e pecuária. São 15 alqueires no total da área, sendo 8 alqueires mecanizados e o restante pastagens e reserva legal. “Temos a parte da lavoura e da produção de leite. Fazemos essa diversificação da propriedade para que possamos ter rendimentos de mais de uma atividade”, explicou Moacir. Em sua parte de pecuária leiteira, o cooperado conta que tem um plantel de mais de 50 animais em lactação. “Atualmente temos um plantel de cinquenta e duas vacas em lactação, tendo uma média geral de 832 litros por dia, o que está abaixo do que já tivemos, portanto estamos buscando melhorar”. Moacir conta que trabalha com a família, sendo a esposa, genro e duas filhas atuando nas atividades da propriedade. “É a família mesmo que toca a nossa propriedade”.

RAÇÕES PRIMATO
Sobre a nutrição dos animais, o cooperado conta que há sete anos iniciou o tratamento com rações da Primato. “Iniciamos o uso das rações da Primato em 2010, mas teve alguns momentos em que trocamos de ração, por questões financeiras e para sabermos como eram outras marcas, mas acabamos voltando para Primato novamente”, explicou Moacir que fez questão de enaltecer, “eu sempre digo que em time que está ganhando não se mexe. Teve algumas empresas querendo oferecer outras rações, mas a diferença era mínima, por isso, fazendo as contas e com a experiência anterior, trocar de ração de uma empresa para outra, os animais sentem na sanidade, há uma quebra na produção mesmo com a adaptação, motivo pela qual não convém a troca”. Moacir ainda enfatizou a qualidade da ração. “Não tenho queixas sobre a qualidade da ração da Primato, bem peletizada, pois pegamos a granel, sempre em dia, com a sanidade dos animais em boas condições, isso é o que precisamos das rações que aqui utilizamos”.

COOPERATIVA
Sobre o relacionamento com a cooperativa, Moacir classifica como importante e satisfatória. “A cooperativa é diferente porque representa os produtores e isso é muito importante para nós que precisamos ter negociações diferenciadas na aquisição dos produtos utilizados aqui”. Cooperado da Unidade de Catanduvas há mais de sete anos, Moacir finalizou dizendo que busca sempre uma boa negociação. “Como somos pequenos produtores, comprando um pacote especial na Primato, buscamos sempre a melhor negociação, e por enquanto estamos satisfeitos em trabalhar com a cooperativa”.

Voltar